Hidrolight – A vida em movimento. | MEU ESPORTE PRA MIM #4 | Ana e Helena M. Valério
  • +55 48 3254 7700
  • sac@hidrolight.com.br
Esportes

MEU ESPORTE PRA MIM #4 | Ana e Helena M. Valério

Postado por: em

 

Em meio às dificuldades que seus pais enfrentavam, nasciam em 2005, numa pequena cidade do Paraná, as gêmeas Ana e Helena. A família jamais imaginaria que elas tomariam gosto pela corrida, principalmente após um dos primeiros sustos, em que receberam um diagnóstico de que, talvez, a caçula Ana não conseguisse caminhar normalmente – mas que, felizmente, logo foi desconfirmado pelo médico.

 

Já aos 7 anos de idade, as meninas e seus pais se mudaram para Santa Catarina, na busca de mais qualidade de vida. Nesse período, graças à persistência de seu pai e alguns contatos, conseguiram passar um dia treinando com uma equipe de quenianos, o que as inspirou ainda mais a seguir seu sonho.

 

(Reprodução: WordPress | Ana e Helena treinaram com equipe de quenianos)

 

Em solo catarinense, conquistaram o primeiro e segundo lugares em diversas provas de adultos, mas atualmente figuram também entre as 10 melhores colocações no Circuito Infantil de Corrida de Rua de Curitiba. Isso se dá devido sua determinação, foco e disciplina, afinal, treinam 4 dias por semana – dividindo os treinos entre físico e funcional.

 

 

Como surgiu o interesse pela corrida?

Estávamos numa loja, a Ana sumiu e fui procurá-la. Ela estava assistindo na televisão várias mulheres correndo numa maratona e disse “eu quero ser corredora igual a elas”. Após meses, tanto Ana quanto Helena insistiam na preferência pelo atletismo, principalmente ao vê-lo em programas de televisão. – Anderlin Junior, pai das gêmeas

 

Tem algum(a) corredor(a) que é inspiração para vocês?

Sim, o Usain Bolt.

 

Teve alguma situação nas suas vidas que só foi possível por causa do atletismo?

Sim, nós ganhamos uma bolsa de estudos em uma escola particular em nossa cidade.

 

E qual a sensação de terem treinado com uma das melhores equipes de corrida do mundo?

Muito legal! Foi inédito, aprendemos várias técnicas, até sobre o movimento dos braços durante a corrida.

 

Em uma de suas corridas, a Ana foi empurrada na largada, se machucou e correu durante toda a prova sangrando, o que não a impediu de chegar ao pódio. De onde saiu toda essa superação?

Foi força de vontade, querer chegar no pódio, ter orgulho e ganhar a medalha. Tive que ter fé. – Ana

 

Para vocês, o atletismo é mais do que um esporte? Por quê?

Sim, porque nós levamos o esporte para nossas vidas e aprendemos muito com ele, com certeza vamos chegar onde queremos e alcançar os nossos objetivos.

 

(Reprodução: WordPress | Em uma das etapas de Curitiba, as irmãs chegaram juntas ao pódio)

 

Através da história das gêmeas Ana e Helena, pudemos ver que o esporte abre portas e permite que elas sonhem com um novo horizonte. Mesmo que ainda tão novas, sabem tirar aprendizados valiosos tanto da corrida quanto das experiências que têm sido proporcionadas em suas vidas, por isso desde cedo a escolheram como o #meuesportepramim delas.

 

 

Nome: Ana Mees Valério e Helena Mees Valério

Idade: 12 anos

Naturalidade: Campina Grande do Sul/PR

 

Posts Relacionados